Predição da toxicidade oral in vitro aguda

imagem 8.JPG

O ensaio

Seguindo as regulamentações da OECD TG 129, utiliza dados obtidos em modelo celular in vitro para determinação das doses iniciais que devem ser ministradas em ratos para a realização de testes de toxicidade oral aguda sistêmica. O teste possibilita a triagem de diversas substâncias com diversas aplicações: pode ser realizado para avaliação de novos fármacos, novos defensivos agrícolas, bem como formulações, entre outros.